Narkomfin

(Moscou, 1932)  M. Ginzburg e I. Milinis

narkomfin

O edifício Narkomfin foi um projeto experimental de habitação coletiva adaptada para a vida socialista na recém criada União Soviética. Seguindo a solução arquitetônica deveria tornar os espaços em verdadeiros centros condensação social. Duchas, cozinhas, salas de estar deixam de ser parte da unidade habitacional privativa, virando parte das áreas coletivas.

Através de um estudo sobre a eficiência dos espaços, duas variações tipológicas são adotadas para implantação na Narkomfin, por serem consideradas as mais eficientes em termos de uso do espaço: são elas as chamadas “célula F” e a “célula K”. A “célula F” seria o apartamento sem cozinha (apenas um kitchenette) ou ducha próprios. Já a “célula K”, seria uma “célula para familiar em transição” para uma vida socialista, colectiva, uma vez que ainda possui banheiro completo e uma pequena cozinha. Em ambos os casos o deslocamento de lajes e pés-direitos alternados aparece como recurso para garantir maior eficiência; os apartamentos são acessados por duas galerias de acesso, uma disposição que se aproxima ao “3-2 System” do Wells Coates no Palace Gate.

 

RUS-Narkomfin-view-from-west-2000

Fig. 1: Vista da Rua

untitled-8-copy-copy (2)

Fig. 2: Esquerda: plantas das celulas K (fig a) e F (fig b); Direita: perspectiva isométrica

917c7e548014dd758fd544d379b73afd

Fig. 3: Corte transversal

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s